27 de ago de 2007

Jogos que nos fazem rir

Imaginem um jogo, onde ao jogar purpurina nos inimigos eles morrem. Ou então, você deve dar um grito tão alto, ao ponto de acabar com tudo pela frente. Quem já jogou sabe do que estou falando. Lembram-se do game Michael Jackson's Moonwalker, onde o astro da música jogava purpurina, que saiam das mãos e dos sapatos, em seus inimigos para os matarem. Quando a pó brilhante acabava, Michael os fazia dançar até a morte. O objetivo do jogo era sempre salvar as criancinhas. Já deveríamos ter percebido o quanto é impossível para o cantor fugir às origens.


Detalhe da purpurina



Outro jogo engraçado era o Prehistorik Man, onde um pacato homem das cavernas andava com uma tanguinha amarela com bolinhas pretas e seu pedaço de pau. Para matar seus inimigos ele batia com a marreta, ou então dava um grito enorme para acabar com os inimigos e o que estivesse pela frente. O legal do jogo era esperar a barra do grito encher e soltar o berro fatal. Confesso que era o que eu mais gostava, e me matava de rir com isso.




Um personagem que animava os jogos também era o Guybrush Threepwood, da série Monkey Island (Ilha dos Macacos). Não podemos nos esquecer da caveira Murray, com sua risada maléfica (MUAHAHAHAHAHA), mas que na verdade não passava de um covarde. As canelinhas finas de Threepwood também era outro ponto cômico. O único que me lembro de ter jogado foi a Maldição da Ilha dos Macacos, que tinha além do Guybrush, o inimigo LeChuck e a Elaine, que era noiva ou algo todo tipo de Threepwood. O mais legal eram as lutas no final do jogo com vários piratas. Os duelos eram baseados em escutar a frase que o pirata dizia e escolher outra que rimasse e ainda o humilhasse. Algo do tipo “En Guard, Touche” e a resposta seria “Minha avó luta melhor do que você".




Criado pela Interplay e lançado para Mega Drive e SNES, Boogerman era um game onde o personagem principal tinha três grandes poderes: jogar melecas de nariz, arrotar e peidar. Na parte superior da tela do game, apareciam as habilidades especiais do Boogerman. Havia uma boca arrotante e um narriz catarrento. Por quase todas as fases, tinham melecas verdes espalhadas pelos galhos de árvores.




Lançado pela Atari, em 1982, E.T.: The Extra-Terrestrial foi um game que o sumiço do jogo foi tão rápido quanto o lançamento. Na verdade foi um produto tenebroso de acordo com gamers. O jogo consistia em encontrar as peças da nave espacial, e assim voltar para casa. O game foi considerado difícil e recebeu muitas críticas por ter uma arquitetura complexa. Ainda bem que não tive a oportunidade de jogá-lo.



Se havia um jogo que me matava de rir era Banjo-Kazooie. Nunca joguei o game, mas o que me fazia gargalhar era o modo de fala do jogo. O urso e os outros personagens ficavam o tempo todo com aqueles sons do tipo , “uhunuhunuhunu”. Ele vestia um calção amarelo e andava com um passarinho dentro da mochila.




Parappa the Rapper foi outro game que marcou a minha infância. Adorava dar boas gargalhadas com o jogo. Consistia em apertar os botões na hora exata, correspondendo aos que apareciam em uma linha de tempo. Parappa tinha como objetivo imitar o que o outro personagem cantava, e passar de level, dependendo do seu nível de acertos. O mais engraçado do game é que o jogo era tosco, ao ponto de que quando Parappa virava de lado, era exatamente uma folha de papel. O personagem que marcou em Parappa the Rapper foi o Mestre Onion, que era o primeiro level. Era um cara com cabeça de cebola, na verdade um cebolão.



Earthworm Jim é um game no qual estrela uma minhoca bombada, equipada com uma armadura robótica, tem com objetivo salvar uma princesa, lutando contra vários inimigos no caminho. Jim, a minhoca marobeira, fazia coisas comuns entre as minhocas: comer terra, fugir de corvos, que eram seus inimigos fatais.




Qual é a da vaca??

Bem, existem outros milhares de games que nos lembram os bons tempos de Atari, Snes e por ai vai. Segue algumas imagens dos games toscos ou engraçados.

Back to the Future


James Bond Jr.
Não consegui achar imagens do maravilhoso game


É isso aí pessoal. Se lembrarem de mais jogos escrevam para a gente!

E não se esqueçam, "Kick, punch, it`s all in your mind!" MUAHAHAAHA!!

Beijos,

Bruna Torres.

12 comentários:

Anônimo disse...

Hahaha..sensacional, Bruna! É muito bom lembrar também dos games que nos fazem rir...
Eu tenho alguns para completar a festa:
- Grim Fandango (Manny Calavera é o cara! rs)
- Sam & Max (tanto a versão antiga como a nova)
- Full Throttle (impagável!)

Parando para analisar, percebi que a maioria dos games que garantiam boas risadas eram os lendários Adventures... Mas se olharmos com cuidado, muitos games "sérios" também trazem alguns momentos de humor:
Final Fantasy VIII (Zack era o personagem que sempre fazia as piadas)
Jak & Daxter (um sempre está atrapalhando o outro)
e até mesmo The Legend of Zelda: The Wind Waker (Link com o visual cartoon e tentando se esconder dos inimigos é fantástico!)...
Parabéns pela idéia!

Beijos,
Ricardo Farah

Dann disse...

Hehehe..muito bom. Lembro-me também da série Metal Slug. Um jogo de guerra cartoonesca pra la de muito zuado, com direito a caricaturas de Saddan Hussaein, invasões alienígenas em plena guerra, soldados desavisados tomando banhos de sol no meio do combate, e obesidades acidentais provocadas pela ingestão de porcos vivos inteiros. No final dos jogos era declarada a paz no mundo e um avizãozinho de papel dava a volta no globo, testemunhando coreografias militares a lá Back Street Boys e festinhas nos antigos campos de batalha. Não pode não ser considerado no mínimo original, não é? otimo post Bruninha!! Abraços!!

Diego Seixas disse...

Esses jogos lembram minha infância...É raro, mas lembra q adorava jogar o Super-Mário.

Douglas disse...

muito boa a materia, na verdade excelente, eu ri principalmente sobre o michael...hahahaha,
mas tudo ai que vc disse, é verdade, fora o fato de eu ta sentindo falta de jogos assim hoje em dia, parabens mesmo pelas materias Bruna

Arthur Protasio disse...

O humor sempre se manifestou de maneira sublime nos adventures, como evidenciou o Farah lá em cima.

Todos os Monkey Islands me fizeram rir muito, assim como (repetindo) Grim Fandango, Sam & Max, Full Throttle e Day of the Tentacle.

Quanto à fala do Banjo, é incrível como a mesma estratégia se repetiu em vários RPGs. Você abre uma caixa de diálogo gigantesca acompanhada de "uiauiauia" ou "wikwikwikwik" dependendo do personagem.

O humor volta e meia da as caras no videogame, mas ultimamente acho que tem estado meio ausente. Um dos jogos que me vem a mente é o Bad Company...quem sabe o novo Battlefield pode proporcionar algumas risadas...

(http://www.youtube.com/watch?v=rbbaChjg-Uw&mode=related&search=)

Abs e bjs Bruna ^^

Blackwell disse...

O jogo mais engraçado que existe mesmo é o NBA Jam.

Imagina você chegar no Madison Square Garden pra ver as finais da NBA, e no último segundo chega um cara, pula numa altura TRÊS VEZES O PRÓPRIO TAMANHO e acerta uma cesta valendo OITO PONTOS, porque pisou numa CEREJA momentos antes.

Incrível.

Anônimo disse...

huaau..muito bom mesmo..bela coetânea...só faltou um jogo japa, pra PSone..chamado Incredible Crysis...é muito massa e faz rir muito...perfeito bruna..parabésn!!

Daniel disse...

Muito bom, me fez me lembrar de muitos jogos q me fizeram rir...a maioria ja comentado aqui comos os Adventures da Lucas Arts mas tem um q eu gostava de jogar e tinha umas tiradas legais q era o Ratcher & Clank ..hehehe .
Mas parabéns Bruna ótima matéria

Um abraço

Daniel

Anônimo disse...

Ei, muito bom! Esses jogos realmente marcam a historia de muitos jovens ate hj, são jogos que mesmo na sua simplicidade tomavam um bom tempo, e melhor, uma diversão simples e engraçada acima de tudo.

a e naum vamos esquecer do noso pequeno Alex Kid rsrssss o punho de aço rsrsss

bjs

Marcus vinicus

Bruno disse...

Ótimos jogos. O Prehistorik man é comédia, aquele gritao dele: "AAAAAAAAAAAAAAAAAA"

E o boggerman na hora de peidar ele coloca os dentões de cavalo pra fora. huuhauhauhahuahuahuahuahuauh

Muito comédia.

Ótima matéria, parabéns!!!

Anônimo disse...

ahuauhahu sabe tudo de videogame hein hehehe, ficou bom o texto. Tá contratada :P


Josefa Jackson

Anônimo disse...

este jogo e muito parvo n da para jogar e olhem tenho 8 anos e sou mito melhor do que vc