2 de out de 2007

Entrevista com deputado Carlito Merss do projeto de lei sobre games

Em entrevista ao Portal XBox (www.portalxbox.com.br), especializado em games e eletrônicos, o deputado Carlito Merss (PT/SC) respondeu sobre as principais propostas do projeto de lei 300/2007, de sua autoria. Projeto propõe a inclusão de consoles e games no rol de desoneração da lei da Informática, já em vigor. Veja:

Portal X: Recentemente soubemos da criação do Projeto de Lei 300 de 2007 de sua autoria, o senhor poderia nos falar um pouco sobre ele?
Carlito - O projeto 300 busca alocar o setor de games e consoles no rol dos beneficiados pela desoneração da lei de informática, já em vigor. Entendemos que é uma iniciativa simples, que apenas reconhece o alto nível de componentes de informática nos equipamentos já utilizados nos entretenimentos. A redução tributária poderia alavancar enormemente o setor, reduzindo custos, dinamizando o mercado, ampliando os usuários e promovendo, também, a indústria nacional de games.

Portal X: E como foi que o Senhor soube dos problemas com impostos que nós gamers brasileiros tantos sofremos?
Carlito A diferença no preço dos consoles no mercado interno na comparação com outros países foi a principal motivação para apresentarmos o projeto. Quando verificamos que o mesmo equipamento chega a custar o dobro aqui no Brasil, exclusivamente por motivos tributários, podemos compreender porque o mercado brasileiro de games é tão acanhado. Ficamos brutalmente longe de países como o México, de mesma proporção habitacional e completamente distante de países desenvolvidos, como os Estados Unidos onde praticamente em cada residência temos um console. Pelo mesmo motivo, o contrabando acaba triunfando sobre o mercado formal. Precisamos reverter esse quadro, assim como aconteceu com o mercado de computadores.

Portal X:Como os outros membros da Câmara estão reagindo a respeito desse projeto?
Carlito: Na medida em que os deputados tomam conhecimento do mercado de games, da importância desse debate, mais cresce o sentimento de aprovação pelo projeto. Particularmente fiquei muito feliz com a enorme repercussão na comunidade de games, tendo recebido centenas de emails de apoio. É importante que esse mesmo movimento acompanhe o projeto, esclareça o parlamento e colabore para a aprovação dessa iniciativa.

Portal X: Há alguma previsão para a votação?
Carlito: A Câmara dos Deputados não tem um regimento rigoroso, no que se refere à prazos. Por esse motivo, um projeto pode ser votado em um mês ou vários anos. Mais uma razão para a comunidade se manter mobilizada, acompanhando o projeto e se manifestando junto aos relatores da Comissões por onde ele tramitar. A primeira é a Comissão de Ciência e Tecnologia, onde o deputado Gustavo Fruet (PSDB/PR) já está apresentando um parecer favorável, com substitutivo.

Portal X: E qual é o seu interese ao crescente ramo de entretenimento relacionado a games no Brasil e no mundo?
Carlito: Entendo que os games fazem parte do universo digital da era do conhecimento. É inegável que representam uma porta de entrada para o mundo da informática. O desenvolvimento do software, dos consoles e mesmo das redes e de sua associação à internet, envolvem um enorme potencial econômico, educativo e tecnológico. Como qualquer atividade é preciso cuidar com excessos, mas é inegável o positivo entretenimento dos jogos. Sou do tempo de jogar futebol de várzea, bibloque e soltar pipas, mas tenho que reconhecer a presença cultural dos games.

Portal X: Para finalizar, alguma mensagem especial para os mais de 17 mil membros da nossa comunidade?
Carlito: Parabenizo os membros da comunidade e me proponho a integrar esse movimento associativo em defesa de um ambiente socialmente afirmativo da prática de games e de desenvolvimento tecnológico do setor. O expertise dos produtores brasileiros de softwares é bastante conhecido e precisamos criar um mercado nacional para esse potencial todo. Deemos diferenciar os games dos "jogos de azar" como bingos e caça-níqueis e fortalecer verdadeiramente a prática do entretenimento.

Em breve a entrevista estará disponível no site www.youtube.com

Para assistir ao vídeo com a entrevista do deputado, clique aqui.

Um comentário:

siri disse...

Fala bruna!!!! passando aqui pra te pentelhar viu hauaha

boa matéria!!

=P